quarta-feira, 6 de março de 2019


O ano passado, escrevi nesta época uma série de reflexões sobre este mês da mulher, focando num viés bíblico, citando muitas mulheres da Bíblia, como referências positivas a nós, deste presente século. Todos estes textos, se encontram no blog: www. boaopiniao.blogspot.com. 

Na verdade, verdadeira, como mulheres desta nação, nós não temos muito o que celebrar, ou festejar sobre o Dia Internacional da Mulher! Nunca se maltratou e matou tanta mulher neste país, como nestes dois últimos anos para cá. São dados comprovados dentro das estatísticas dos órgãos do nosso país. Nós, todos os dias deparamos com maldades e atrocidades feitas a nós mulheres, por estes brasis a fora!! Mexeu com uma menina, uma adolescente, uma moça, uma senhora, mexeu com todas nós! O que dói em uma, deveria, doer em todas brasileiras! Temos sofrido muito nestes últimos anos! Dito isso, gostaria de voltar ao tema mindfulness, que é mais ou menos, o que eu gostaria de conversar hoje. 

Na língua portuguesa, este termo tem sido traduzido como: Mente alerta! Atenção plena! Ou... Plena consciência.O Mindfulness, é um recurso terapêutico muito usado, para diminuir ansiedades. Esta prática advêm das filosofias budistas , cultura milenar, e não está vinculada a um caráter religioso não. Tem todo um caráter terapêutico mesmo! 

Os brasileiros segundo dados da OMS, possuem a maior taxa de pessoas com ansiedade do mundo. Creio que por vários fatores: condições de trabalho, fatores sociais mesmo, falta de maturidade quanto a administração das emoções, e outros... 

Em nós mulheres, foi citado na leitura que fiz,  este diagnóstico-TAG transtorno de ansiedade generalizada acontece muito, pelas preocupações excessivas com a saúde, as finanças, a criação dos filhos, atividades domésticas, a falta de organização das rotinas, a insegurança. Muito comum, e em muito maior quantidade nas mulheres,  a partir de 40 anos. 

Nós mulheres, sofremos muito mais sobrecargas que o homem.  É neste aspecto que venho vos apresentar esta técnica. Nós precisamos encontrar no nosso lidar diário, um tempinho para: respiração diafragmática,  aquela que todo bebê, já nasce sabendo e praticando e que depois nos estresses e barulhos da vida, vão relaxando, esquecendo, e nunca mais utilizando. Este bebê somos nós. 

Outra técnica, tirar um tempo para o relaxamento muscular.  Deitar sozinha no chão, e vai sentindo, cada parte que você puder levantar, ficar um tempinho sentindo e agradecendo a Deus, por aquela parte do seu corpo funcionar bem. Quando você relaxa estes músculos, e membros do seu corpo, você acalma sua mente! 

Organize sua rotina diária em uma lista, cumpra no início 30 por cento, depois vá aumentando a sua capacidade de realização. Dá-se ao luxo de ficar sem barulho nenhum, sem celular todos os dias por duas horas.  Você sozinha! Isto favorece sua capacidade de se concentrar, ajuda você a memorizar as cenas do seu dia de ontem! 

Por ultimo, procure um terapeuta! Acho interessante! Nós mulheres, muitas vezes, gastamos com um monte de remédio para isso, para aquilo, compramos um monte de besteiras para cabelo, rosto, pele, para casa, para filho, e não temos coragem de gastar 150 reais com um terapeuta. As falas são: acho caro demais, meu plano não cobre. Não tenho paciência! Tenho vergonha, porque as pessoas vão pensar que eu tô doida...Não tenho tempo! Não acredito que preciso! 

Quando... É justamente o terapeuta que vai lhe economizar: dinheiro com os remédios, melhoria da auto estima (vai estar com a aparência melhor) equilíbrio para tomar as decisões, quase zerando seu estresse, sua ansiedade. Fortalecimento das áreas de fraqueza nos seus  relacionamentos. Isto é um combo de: mente alerta, atenção plena, e plena consciência! 

Tudo que nós mulheres precisamos neste mundo tão sobrecarregado de coisas que temos todos os dias: lutar por elas, contra elas, a favor delas.  Tomemos cuidado! Quem gosta de nós, somos nós mesmas!

Fiquei por aqui hoje... No amor fraterno!
Cristina Nogueira Mota- março de 2019. 

segunda-feira, 4 de março de 2019

Dica neste mês da mulher...

Resultado de imagem para homem do larDestarte, ressaltamos neste mês, uma necessidade urgente dos homens tomarem consciência de que, não há necessidade alguma, de uma mulher dentro de casa, ficar pedindo ou mandando ou dando sugestão, do que vocês homens da casa, precisam fazer, para um funcionamento agradável da rotina de uma casa! Lugar este, que todos nós bem sabemos como funciona! 

Desde a mais simples casa, à mais chique, tem basicamente a mesma rotina...
Aqui vai algumas delas: encher vasilha de água, colocar na geladeira. Juntar o lixo e, colocar fora. Limpar e organizar uma cozinha, guardar a comida que fica fora do lugar. Organizar as compras, lavar banheiro, varrer a casa, limpar a poeira, arrumar as suas roupas, seus sapatos. Se houver filhos, ajudar em todas as necessidades básicas deste filho, se não houver filho, lembrar que a casa tem seus ambientes próprios, não é para você, fazer da sala, seu quarto, ou cozinha...

Tem marido, ou irmão, ou pai, ou filho, que é espaçoso! Acha que pode beber, ou comer na sala, e ali mesmo, deixar prato e copo. Tem outros, que fazem da garagem, ou escada, ou sala, sua sapateira! Todos os sapatos vão ficando por ali, para uma certa pessoa, quando for guardar os dela, pegar junto, os dele também. Em algumas casas dentro do banheiro tem cesto, para se colocar roupas sujas. 

Há filho, pai, marido, irmão, que não vê. E, se enxerga, é mesmo que nada! Ele continua colocando suas roupas por cima da tampa, ou no chão mesmo, ao lado do cesto. Dentro, nunca! Ele acha uma afronta! E, para completar esta questão do banheiro, para muitos, a cama, é o lugar de colocar a toalha molhada, que ele acabou de se enxugar.

Sou mãe de três homens, e esposa de um homem. (Rsrsrs) Fico bem à vontade, para conversar sobre este assunto com vocês! Penso que consegui fazer um trabalho bom, na vida deles, com relação a isto. Em tempo! Meu marido já veio pronto de casa, pela mãe forte que ele teve, e, a quem, sou muito grata! 

Nesta perspectiva masculina, fico pensando....Não seria bom que inventassem também uma mulher-coach, só para tratar destes detalhes dentro de um lar? Parece que tudo neste mundo, (sem nenhuma pretensão) tem que ter um viés feminino!

A rotina de um trabalho secular, (fora de casa), não nos cansa tanto! O que nos cansa, é a rotina que está plantada atrás desta... Numa casa, não deveria ter espera por parte de ninguém! Todavia geralmente ouvimos...Você, não pediu! Você, não mandou! Você, não sugeriu! Você, não falou nada! Você, você, você... Quem? Você mesmo que está lendo este texto!

Um dia...Há de se inventar um coaching doméstico, e que não seja uma mulher! 


No amor fraterno!
Cristina Nogueira Mota
Março 2019
Facebook

terça-feira, 25 de dezembro de 2018

Natal em Nós...


Não sei o que se passa nas muitas cabeças que compõe esta humanidade... 
Esta data, para nós cristãos, trás um contra ponto, um viés meio que incoerente. 

Hoje, depois dos meus mais de cinquenta anos, vamos refletindo coisas, que outrora era lindo, meio que fantasioso. 

Quando pequena, meus pais compravam os presentes, e colocavam na noite de 24 para 25 de dezembro, em nossos sapatos nos nossos quartos. Eu, e meus irmãos, algumas vezes presenciamos, eles, já tarde da noite, deixando em nossos quartos, perto da cama de cada um, os nossos presentes. No outro dia, diziam: "papai noel" passou e deixou aqui. Muitas vezes ficávamos felizes por ali, alguns, meio que frustrados porque não queriam bem aquilo que Papai Noel havia deixado. Mais tarde, descobrimos que não era papai noel, mas, eram os nossos pais mesmo, que faziam um sacrifício no orçamento, para comprar aquilo que mais nos agradasse. 

Alguns anos, os presentes eram colocados ao redor da árvore de natal, minha mãe comprava e colocava ali, pedia para ninguém mexer, até o dia certo do natal. Vez por outra, eu futucava, para entender o que era, de quem era... Lá em casa, tivemos uma infância abastada, e muitas vezes, eles presenteavam, alguns primos que não recebiam nada dos seus pais, e eram bem próximos de nós. Isto era muito bonito! 

Hoje, a fantasia do papai noel, foi quase que retirada do meio das crianças, por vários fatores, não vem ao caso agora. Esta semana assisti um musical, que tem por título: Um pequeno Natal , não porque o Natal diminuiu, mas, o cenário era a estrabaria, bichos, muitos, e quem celebrava o nascimento do menino, era os insetos.(por isso o pequeno). Pulgas, aranhas, vaga-lumes, joaninhas, abelhas. Fiquei meditando...Este natal tá mais próximo da realidade do natal da cristandade. 

O que era mais fácil ter no natal de Jesus? Uma mesa farta de comida, ou uma madrugada sem nada, somente com a companhia dos bichos, dos insetos? Afinal, estavam numa estrabaria, lugar de animais. Se nem um quarto descente tiveram para repousar da viagem... Eles estavam sozinhos...Não havia com eles, nem amigos, e nem parentes, nem presentes. Os bichos somente! 

Então, nos venderam esta ideia de natal. Não sei se você já parou para pensar...Quantos hoje, não tem nem família, nem comida, e nem presente, e talvez nem alegria...Somente os insetos. É bonito vê nas redes sociais, cada família postando como foi o seu natal, sua ceia, fotos lindas!! Mas, cá do meu canto de reflexões, eu me apresento numa auto crítica. E, os meus irmãos? E, o próximo? Se humanamente Jesus estivesse aqui para esta celebração, qual seria a postura dele com relação ao outro? Quantos realmente hospedam o aniversariante em suas vidas? 

Papai Noel é bem celebrado como um bom velhinho, que só dá presentes, para quem pode, que só celebra com uma ceia farta, aqueles que já tem muita comida em casa. As vezes somos incoerentes conscientemente! 
Feliz Natal a todos!!
Facebook

segunda-feira, 17 de setembro de 2018

Descansem na Oração a Deus

Resultado de imagem para descanso na oração
Tô pensando, que alguns fiéis oram assim... Senhor liberte o Brasil! Salve este país! Mas, não é uma oração genuína, deleitada no Senhor, no que estão esperando do Senhor... 



Elas, querem orar, segundo o entendimento de cada interesse partidário, sempre achando e entendendo que o candidato dela, (pessoa) é o melhor para a nação! É o que vai salvar alguma cousa! 



Descansem! Votem naquele que segundo o seu entendimento diante de Deus, é o melhor, segundo a sua consciência,sua opinião, será o melhor... Agora, não queiram "ajudar Deus" sem descansar na soberania Dele, nas visões do reino Dele, nos propósitos que Ele tem com tudo isso. 



Descansem! Deleitem ! Esperem Nele! Não se angustiem! Façam o dever de casa de vocês. Votem em quem achar que devem, e pronto! No final, você vai pensar assim... Senhor, fiz a minha parte...Que Ele, na sua infinita sabedoria, e misericórdia completem em vocês, realmente o propósito Dele, e não os nossos.



Em tempo, até sugiro...Evitem provocar as inteligências dos outros, sempre dando idéias, acusando, humilhando um, e outro. "Um, é isso, outro é aquilo", com piadas, que não edificam, e nem ajudam em nada..Daqui dois meses, tudo isso é passado, e eu, e você, vamos continuar vivendo, caminhando entre nós mesmos lado a lado. Que Ele nos ajude a ser luzeiros, faróis, e não tempestades.



Em Cristo, Cristina Mota



terça-feira, 7 de agosto de 2018

No que você está pensando?




Olha que pergunta mais criativa o face nos faz? Já pararam para pensar, o quanto este questionamento é comprometedor?

O capitulo 12 de I Coríntios, lá no finalzinho, o apóstolo Paulo, faz algumas colocações e perguntas bem interessantes como esta das redes sociais. Ei pessoas da cidade de Corinto! Ei pessoas que se colocam como rebanho deste Cristo de Deus! São todos vocês profetas? São todos vocês mestres? Tem todos vocês o poder de fazer milagres? Podem vocês todos curar? Todos aqui falam em línguas? Todos vocês são interpretes? Ele mesmo responde: claro que não!

E, ele então começa sua reflexão..".Quero falar-lhes a respeito do caminho que é o melhor de todos!" Aí ele começa brilhantemente o capitulo 13 de I Coríntios. Se eu pudesse falar todos os idiomas,da terra e do céu, e não tivesse a prática do amor, que é a caridade, não adiantaria de nada, seria apenas como um sino que tine, um prato que faz barulho, mais nada! Se eu tivesse o dom de falar bonito, dizer coisas grandiosas tais como: montanha mude de lugar! E, não tivesse o amor, nada teria também. Se eu fizesse muitas obras, dando parte do que tenho aos pobres, e não tivesse a prática do amor, a caridade, também não adiantaria de nada. E...por aí vai...O amor é paciente, é bondoso, não é invejoso,não é ciumento, não é presunçoso, não é orgulhoso,não é grosseiro, não é egoísta, não irrita os outros, não é melindroso, não guarda rancor, o amor não é injusto! O amor, TUDO sofre, TUDO crer, TUDO suporta, O amor só espera o melhor dos outros. Lá no final da sua reflexão ele vai afirmar! Há três coisas que permanecem: a fé, a esperança, e o amor-- e a maior destas é o amor.

No contexto desta carta, qualquer pessoa que fizer a leitura dela, vai perceber claramente, como esta igreja deu trabalho, ao apóstolo Paulo. A intolerância das pessoas, a imaturidade, eles brigavam por tudo, até na hora da ceia dentro da igreja, eles brigavam! Em outros textos da carta, ele pede para eles: não se devorem! Não se mordam! E, em outro momento, ele como líder, dar graças a Deus, porque não batizou ninguém por ali... Para vocês terem ideia de como era complicado liderar, tomar conta daquele povo!

Mas hoje, eu estou respondendo ao meu face. No que você está pensando hoje? Eu, estou pensando....Como tem gente que se apresenta nas redes sociais, como filhos de Deus, em defesa da fé, dos bons costumes, da boa conduta, da ética, em defesa do evangelho, e conclamando a todos nós cristãos, a fazerem o mesmo, com relação àqueles que escarnecem de Cristo, a retirarem deles o poder de voz, de ir e vir, a repudia-lo em nosso meio, nos chamando também a levantar uma bandeira A e B para defender a fé, num discurso de ódio, de "orgulho santo".

A minha fé não precisa de defesa! "Mas, eu sei em quem tenho crido e estou bem certo que é poderoso até o dia final" Nem é por força, ou violência ! Amem! Orem! Seja um instrumento de paz! Todas as vezes, que uma pessoa para chamar atenção, ou para retaliar algo, vai em público para chocar ou não, ou para emitir sua opinião de maneira contundente, e esta maneira, ou esta opinião, não é a minha, e nem a sua verdade, você não tem necessariamente que impor a sua verdade! Não é o que eu, e você acredita, que o outro tem que acreditar! Não podemos também achar, que ele deva se calar a força. Eu, não tenho o direito de incitar o ódio de todos! Esta é a sua opinião, é a minha opinião, devem ser respeitadas, mas, não impostas como a verdade! Se ao pé da cruz, brigaram por uma túnica e rasgaram! Cuspiram na cara, e ainda gritaram várias vezes no seu julgamento: Que o sangue Dele caia sobre nós!!! Somos nós, que vamos dar jeito, em querer a força defender o que é indefensável?

Ele, a quem constituímos como nosso líder, como nosso remidor, somente orou e disse:Pai, perdoa-lhes, porque eles não estão sabendo o que estão fazendo. Esta é a postura, o exemplo do líder que nós cristãos, constituímos pela fé, confiados no Cristo da Cruz. Este é, e deverá ser, o nosso eterno exemplo! Ele, ama profundamente e incondicionalmente estes adultos ou jovens rebeldes, que em suas imaturidades, e desvarios, se portam como querem, ou acham que deve....

Ainda assim, Ele vai continuar esperando e amando! Esta deve então, ser a nossa postura! O amor tudo sofre, tudo crer, tudo espera, tudo suporta! Por acaso somos todos iguais? Somos todos servos? Somos todos filhos?Somos todos certinhos? Por acaso todos cremos na cruz? Não! Claro que não. Tenhamos paciência!Tenhamos misericórdia! Tenhamos compaixão! Tenhamos simplesmente... Amor!

No amor de Cristo!

quinta-feira, 2 de agosto de 2018

Hospedar!

Resultado de imagem para hospedar

Acolher, acomodar,albergar, alojar, asilar, agasalhar, domiciliar. Há um texto na Bíblia, que diz, que quem acolhe em casa, pode estar hospedando anjos. Na primeira carta de Pedro, diz algo que sempre me chamou a atenção... não sei se é porque cresci numa casa que hospedava demais! Minha mãe e meu pai, sempre tiveram sua casa aberta para acolher pessoas. Não era uma casa funcional, não era tão fácil, porque tinham muitos filhos, não era porque tinham condições, não era por qualquer interesse outro, mas, era porque os dois, são hospitaleiros, hospedeiros, gostam de acudir as pessoas.

Continuando... O texto da primeira carta de Pedro 4:9 e 10 diz o seguinte:"Abram de bom grado os seus lares, para aqueles que necessitarem de uma refeição, ou para passar uma noite. Deus, deu a cada um de vocês, algumas capacidades especiais; estejam certos que as estão utilizando para ajudarem mutuamente, transmitindo aos outros as muitas formas da graça de Deus". Me deu vontade de escrever algo sobre isso, porque estamos vivendo dias de muito egoísmo, de muita individualidade. Cada pessoa, família, tem um motivo, uma razão, uma desculpa para não hospedar, não receber visitas, em casa.

Rapidamente voltei à minha infância, e adolescência, minha casa, meus pais, que estão vivos ainda! Um, com 88 anos, e outra com 79, ainda recebendo pessoas em casa, quer seja parentes, filhos, netos, ou não, a casa, a mesma casa aberta aos outros. E, pasmem! Com alegria, esmero, e dedicação! Aprendi com eles que aquilo que possuímos, não deve nos possuir. Eles tem algumas propriedades, e estas também, são colocadas para abençoar os outros, os irmãos, os amigos, receber qualquer hora com alegria, a quem lá chegar, ou precisar. Quantas vezes a igreja de Cristo, (Corpo) precisou, usou, abençoou, desfrutou, e desfruta daquilo, que eles tomam conta, como sendo deles... Por que digo isso? Porque o patrimônio fica para os outros vivos, não levaremos nada daqui. Aquilo que é nosso, estaremos levando no último dia na terra, ou seja, nada! O corpo, vai para a terra, a alma devolvida, e o legado, testemunho de vida, fica para os outros também. Nada mais!

Voltando... Sejam bons hospedeiros, despenseiros, da graça de Deus! A zona de conforto é a maior prisão que vivemos! Deixamos de fazer muita coisa boa ao outro, porque queremos evitar a fadiga, o estresse. Escuta-se alguns motivos, pelos quais não se pode hospedar. "Não tenho quarto de hóspede! Não tenho secretária, e meu fim de semana é para organizar minha vida, porque trabalho demais! O banheiro lá em casa tá vazando! Meu marido não gosta, porque ele gosta de ficar a vontade no fim de semana! Tô sem verba, e receber, onera! Não tenho roupa de cama boa, e nem toalhas de banho novas. Se eu, receber, não vou consegui participar das coisas. Tenho vergonha, porque minha casa tá sem pintar"......E, por aí vai! E, tem aquelas, que realmente dizem: não gosto de receber, hospedar, ninguém em casa, porque tira nossa privacidade. A coisificação, fica acima do ser humano, do acolher, do conhecer, do estar com...

O acolher o outro, seja fisicamente ou emocionalmente, faz parte da vida de qualquer cristão! Ouço algumas coisas, e sei que muitos de vocês ouvem também. " não vou na casa de ninguém, para ninguém ir à minha." ou... "ninguém me visita, não visito também" ou " este mundo de hoje, não é para tá recebendo em casa ninguém não, porque tá muito perigoso.."A vida hoje, é para cada um, ficar no seu lugar." Realmente.. Dá para cantar este hino? "Minha vida consagro aqui, perante a tua cruz;tudo que sou pertence a ti. Oh vive em mim, meu Jesus! Abre meus olhos, da-me visão Senhor! Que eu possa aos outros demonstrar, teu maravilhoso amor!"

Deus tenha misericórdia de nós, que nos apresentamos como cristãos, mas, não vivemos este cristianismo, nas pequenas, e grandes coisas...

Em Cristo! 

sábado, 14 de julho de 2018

Ser Bom é Ser Gente

Resultado de imagem para ser bondoso
O que é ser bom? Nem sei se tenho tanta autoridade para escrever sobre isso, Mas, vou tentar! A bondade é um fruto do Espírito. Se é isto, qualquer uma pessoa cristã, possui este fruto.Quem é bom, é bom em qualquer lugar. 

Uma pessoa boa, é humana. Uma pessoa boa agrega pessoas, porque cuida de pessoas. Uma pessoa boa, em sua caminhada de vida, faz o bem, pensa o bem, propaga o bem, valoriza o bem. As pessoas que são beneficiadas com a sua bondade, nunca esquecerão, daqueles que são bons com ela. Como posso fazer um auto teste de bondade? Você, quer saber se você é uma pessoa boa, uma pessoa que realmente tem a bondade dada, concedida por Deus? Se observe! Veja se durante todo o seu dia,quantos pensamentos maus passou por sua cabeça, com relação: ao outro, a sua família, ao seu trabalho, a sua igreja, comunidade, e outros... Quantas divulgações de coisas negativas, você faz nas redes sociais, mesmo que seja de um político, não esquecendo, que ele, é um ser humano, tem família, e que tem um Deus, que o ama incondicionalmente, quer você queira, ou não. 


Ser bom, é investir no outro. Ser bom, é ser humano! Ser misericordioso! Se colocar sempre no lugar do outro. Dentro do possível, vestindo ao que sente frio, alimentando ao que tem fome, e são muitos! Dando água, ao que tem sede. Dando pousada aquele que está sem abrigo. Não é fácil, ser exatamente como Cristo. Mas, tem muitos, e muitos que conseguem. Usam todos os seus dias na terra, aprendendo e exercitando a misericórdia! 

Cuidar e abençoar pessoas deve ser algo bem natural, em cada cristão. Consolando os que estão chorando, aconselhando os que precisam, e ainda sendo paciente nas tribulações para com todos que fazem parte, direta e indiretamente de sua vida. Ser bom, é ter na sua essência a bondade de Cristo. Agora... Bondade é um exercício particular! Eu, devo exercer isso, com o meu envolvimento diário, e, não querendo que os outros exerçam em meu nome. Esta, foi uma parada em minha caminhada terrena, para esta reflexão. Estou sendo boa, ou caminhando pelas alamedas da bondade? Quem poderá medir? Primeiramente o próprio Cristo de Deus. Depois, os outros, com relação a você. E por último, e penso o mais interessado, você, mesma! 


BONDADE. qualidade de quem tem a alma nobre e generosa, e é naturalmente inclinado a fazer o bem; benevolência, benignidade, magnanimidade.



Em Cristo, Cristina Mota.

sábado, 5 de maio de 2018

Na tempestade, um lar!

Resultado de imagem para noé e famíliaMÊS DE MAIO. 
Neste mês, estou refletindo sobre algumas famílias... 

Hoje, é mais uma história que se encontra dentro daquele perfil do início do Gênesis, " nada se prova". A Bíblia, é um livro para se exercitar a fé. Nunca percam isto de vista! Podem discordar, não tenho nenhum problema com isso. Para muitos, ela, não se constituí, como referência. Não tem problema! O importante, é a história, e, o que podemos tirar deste contexto, para a nossa vida prática. 

A partir do capítulo 6, então começa a história deste personagem. Noé! Uma ótima referência como pai, como líder, como provedor, protetor, e até como um grande ecologista. Por quê não? Costumo raciocinar, assim... Uma cidade, ou região, cheia de pessoas muito ruins, desobedientes, que se odeiam, depravados, sem nenhum respeito às leis naturais, as famílias se auto destruindo... 

E, eis que dentro deste contexto, Deus, toma uma decisão, a partir de uma família. Pessoas, que ainda conseguiam ser luzeiro, farol, referência, naquele lugar. Nasce no coração de Deus, um desejo de continuar com a humanidade, a partir destes.( isto é um entendimento de Moisés, que organizou o pentateuco, os cinco primeiros livros da bíblia.) Daí em diante, Noé, entende de Deus, a ideia de construir uma grande embarcação, ao longo de muitos anos, numa terra seca, árida, sem águas por perto... Pela fé! Neste tempo todo, mais de 100 anos, ele falava deste projeto, aos filhos, à esposa, às noras, e a todos que abordavam sobre este intento. Toda a sua família trabalhava junto na construção desta arca.

Lição 1-- Um pai, temente as ordens de Deus. Obediente!
Lição 2--Um pai, trabalhador.
Lição 3--Um pai, instruidor do ofício, de uma profissão aos filhos.
Lição 4--Um pai, persistente. Não desiste fácil do que entende, ser bom, ser essencial a vida. (trabalho)
Lição 5--Um pai, visionário. Estava vendo longe, a necessidade de um lar, para proteção de todos. Fora deste contexto, ( dilúvio) não haveria vida.

Hoje, vou ficando por aqui... 
Amanhã, continuaremos aprendendo com esta família.
Fiquem com Deus!

quinta-feira, 3 de maio de 2018

Família não tão boa como Referência

Resultado de imagem para família adão e eva
MÊS DE MAIO, mês conhecido como o mês da família.... 

Hoje, gostaria de trazer aqui uma família, muito conhecida, mas, não tão convencional, não tão "boa" como referência. Adão e Eva, e seus filhos. ( dizem os teólogos, que no livro do Gênesis, do cap 1 até o 9, há muitas especulações, e não se comprova.) Isso não vem ao caso agora. 

O que quero chamar a atenção, são destes pais, que foram escolhidos para administrarem um jardim inteiro, bichos, plantas,e as relações entres eles mesmos, e, não foram tão felizes, ou não tiveram tanto sucesso, na impressão dos valores de: caráter, de obediência dos sentimentos nobres, do respeito mútuo aos seus filhos. Adão, segundo as escrituras, foi criado primeiro. 

Acordos, combinados foram feitos entre Deus, e Adão, antes de Eva. Quando Eva, foi lhe concedida, como carne, da carne, osso dos ossos, "os dois serão uma só carne"...Penso eu, que Adão deveria, ter conversado sobre tudo, deveria ter explicado muita coisa, inclusive sobre a árvore, do bem e do mal, para Eva. ( o texto não mostra nada disso.) Garanto que Eva, saberia responder, ou até resistir melhor as investidas da serpente. Mas, ele não fez! Como muitos homens não fazem. Não gostam de explicar quase nada, não gostam de " discutir a relação" a famosa DR. Não gostam de combinados. Em fim, nas relações entre marido e mulher, já começou, com esta deficiência. 

E, aí vocês já sabem, os desatinos dos dois...Uma imaturidade muito grande! "Como é que tenho uma floresta inteira, todos os bichos, sob meu comando, posso tudo, menos uma árvore, um detalhe no meio de um universo de coisas, e ainda assim... Faço tudo o contrário? Mas, o ego, a ganância, a inconsequência, me fez, e faz perder o foco. Se eu, como mãe, e pai sou assim... O que posso passar para adiante? O que passar para os meus filhos todos os dias dentro de casa? Valores errados, ganâncias, quebra de compromissos, invejas, querer ser, o que não é, ciúmes. 

Caim não soube conviver com o diferente, com as frustrações! "Se não é do meu jeito... Mato!" Elimino do meu caminho, da minha vida. Quantas famílias por não saberem viver com o diferente, ou com o sucesso do outro, matam! Não matam muitas vezes literalmente, mas, matam no coração, na lembrança, nas relações... Cria-se um abismo no seio da família. E, prestem atenção! Nada começa na hora do fato, na hora do stress, na hora do caos. Não foi ali no altar de oferendas que começou entre Caim e Abel. O irmão mais velho deveria cuidar, proteger o outro. Matar Abel, foi só aquela gota... Foi lá atrás! 

São nas pequenas coisas vividas dentro da nossa casa. São nas prioridades. O que é útil, o que é fútil no seio de uma família? Nos tratos, e destrato. Peço a cada líder do seu lar, a atentar para uma verdade profunda! A mão que embala o berço, é a mão que rege o mundo! Quais mãos, estão governando o mundo? Quem, e como os embalou estes, para governarem? Que filhos estarão dando continuidade às nossas vidas? Depende somente de mim, e de você! Por hoje é só...


Fiquem com Deus!!
(Facebook)

sexta-feira, 16 de março de 2018

Por que Nos Matamos Tanto

Resultado de imagem para alegria falsaDE QUE LADO ESTOU ? QUEM SOU? Estava aqui pensando.... Por que será que um Deus, tão criativo! Que ama a todos incondicionalmente, que faz acontecer todas as coisas, especialmente com a "Coroa da Criação", que somos nós, seres humanos, espécie esta, segundo a Bíblia, foi nos dada as condições, de gestar os outros reinos: animal, vegetal, mineral. Já o fazemos de maneira muito ruim, muito agressiva, precária. Mas, fazer pior ainda, ao nosso próprio semelhante? É insano! É imoral! É vil! 

A humanidade parece que está caminhando desvairada, sem rumo, a ermo, para lugar nenhum. Uma nação que não tem "inimigos" declarados perigosos, (só aqueles do fogo amigo', aqueles que: sugam, sugam, mas, abanam, e nos dão a impressão que são nossos amigos e parceiros. Que só querem o nosso "bem"... Nação amiga)... 

Continuando... Povo das muitas misturas, povo hospitaleiro, povo limpinho, é o povo, que mais toma banho no mundo! Povo alegre, povo de muitos filósofos, poetas, músicos. Povo que mora em um território grande! "Em se plantando, tudo, dá." De mares calmos, sem furacões, sem terremotos, falando uma mesma língua do Oiapoque ao Chui. Usufruindo de quatro climas maravilhosos! Povo de uma criatividade incrível, para viver crise...E, sair dela também. Tudo aqui, vira uma piada! Povo bem humorado, nós somos! -- Amigo, qual a sua nacionalidade? Brasileira. 

A pergunta que não cala. Por que nos matamos tanto? Por que nos judiamos tanto? Por que somos tão intolerantes com o nosso próximo? Iniciei, falando de um Deus, super criativo! Se é criativo, somos todos diferentes. Ninguém é igual a ninguém. A prova? Todos temos! Nossas digitais. Todo o tipo de cor de gente, tem aqui. Todo tipo de altura de gente, temos aqui, todo o tipo de peso, de magreza, de gordura, temos aqui. Todo tipo beleza, de credo, de crenças, temos aqui.Todo tipo de cultura, comida, costumes, temos aqui. As mais variadas preferências temos aqui. Ritmos, danças, gostos musicais temos aqui. Os mais variados esportes do mundo, temos aqui. 

Por que, então nos matamos tanto? Por pensarmos diferente? É porque militamos em causas diferentes? Se ninguém é igual neste mundo, por que tenho que pensar exatamente como você pensa, crer, comporta, fala, escolhe. Tenho que ser exatamente igual a você? Ou...O sol nasce para todos, contanto que, ele ilumine mais, o meu caminho, é isso? Eu, quero ouvir todos, contanto, que a minha opinião prevaleça, é isso? Eu, não tolero, aquele, que tem a possibilidade de diminuir meu "brilho"é isso? Eu, não consigo, conviver com um,que é diferente, que a vida toda foi subjugado, mas, agora, quer sobressair, é isso? O tempo todo, mulher, tem que aprender calada necessariamente, não pode falar, é isso? Eu, mandei a vida toda,"minha cacimba, sempre minava" agora, está secando, porque tenho que dividir... É isso? 

Então...Se, EU não posso mudar, nestas mudanças, EU interrompo ela. Eu mato! E, se não for EU mesmo a executar a morte, EU mando. Porque EU tenho poder, EU, sei me articular! EU, tenho a minha justiça. Até onde vamos chegar? O pior... "Quando os cristãos eram jogados nas arenas, para serem devorados pelos leões, haviam aqueles que vibravam, aplaudiam, riam, torciam.." Hoje, quando, os nossos semelhantes são assassinados, mortos, matados", sejam eles: drogados, homossexuais, prostitutas, negros, pobres, mulheres, jovens do tráfico, pedintes, índios, policiais, e outros, em bem menos quantidade. Se não pensam igual, ao que penso! Então...EU gosto! EU,vibro, digo lá dentro! "Bem feito" menos um.O país tá ficando limpo! 

"Esta arena, eu aplaudo, eu vibro, eu torço, ninguém tá me vendo"... (até que eu vá, às redes sociais, emitir minha opinião.) Mas, em compensação, critico a maldade de Mussolini, de Adolf Hitler,daqueles que mataram os cristãos, destes mandantes das guerras...Dos muçulmanos... " Eu, não! Eu sou bom! Não matei ninguém, não mandei matar, tô só alegre porque mataram..." E, todos os dias matamos milhares! Dentro de nós mesmos...E, a multidão marcha gritando!!! Crucifica-o! crucifica-o!

sexta-feira, 9 de março de 2018

Nada é tão Ruim que Não Possa ficar Pior

Imagem relacionada
"Nada é tão ruim, que não possa piorar mais ainda"...Ouvi isso, de um grande educador. A priori, não quis concordar, achei de um pessimismo e fatalismo muito grande! Digeri esta informação por alguns dias, e hoje, me pego utilizando com relação a algumas coisas, a mesma expressão. Lamento dizer, que concordo! Nunca fui muito otimista, mas, longe de mim, ser pessimista, de ser fatalista. É até uma falta de testemunho cristão, acreditar no pior. MAS, CÁ PRA NÓS, parece que estamos só valorizando o caos, o que há de pior nas pessoas. 

Nós todos sabemos, que o mundo é feito de uma multidão de gente boa, de atitudes maravilhosas realizadas pela maioria da humanidade. Graças a Deus, por isso! Se não fosse esta graça inefável de Deus, já nem existiríamos mais. Mas nós, temos uma tendência para o mal, que só falamos, pensamos, e agimos, como se no mundo, em sua maioria, fossemos todos ruins. Não é verdade? A começar em mim...

Coloquei no meu coração (entendimento), que não iria nunca gastar meu tempo, divulgando coisas negativas dos outros, principalmente, se não tivesse certeza, da verdade. E, até estas verdades, são passivas de erros também. Não fica bem, não é elegante ficar divulgando, compartilhando, o que não vai somar, o que não vai edificar.. Dá para nos colocar perfeitamente no lugar daquele difamado(a) pelo menos um pouquinho. 

Vem a minha memória, aquela passagem de Jesus, investido de autoridade de Mestre,(legalmente autorizado) "quem não tem pecado, atire a primeira pedra. Mulher, onde estão os teus acusadores?" E, o mais, vocês conhecem! Só que venho aqui, numa terapia comigo mesma,(rsrsrs) Será que nós, não estamos piorando mais ainda as pessoas, as coisas, quando fazemos questão de compartilhar coisas ruins, de mostrar o pior das pessoas? Vejo, pastores, líderes, professores, amigos, vizinhos, colegas, que se alimentam da indignidade humana, e fazem questão de postar o mal feito de alguém, a violência do outro, as dores, as incapacidades, os juízos de valor, dos outros. E, o pior, estas necessidades quase que são viscerais. "Tenho que postar para ajudar, alertar,preparar..." Não é verdade! Será, que você, e eu, não estamos cumprindo o papel de carrascos, fariseus, de tiranos, legalistas dos outros, para encobrir, as nossas fraquezas, fracassos, incompetências, medos, estes, bem guardados no fundo de nossas almas? 

Quando iniciei este texto, coloquei":nada é tão ruim, que não possa piorar mais ainda". Trago aqui esta reflexão! O pior do ruim, é uma pessoa travestida de "santo", de zeloso dos bons costumes, se cobrir de ódio, de mal querência, de dissimulações, se calçar mais ainda, da umbigologia e piorar aquilo, que já não está tão bom, aquilo, que já não está fácil, para os outros, e, muitas vezes, até para nós mesmos. E eu, omitir. Eu, me eximir das responsabilidades, para prejudicar mais ainda, o que já está posto. Exemplo? As relações humanas. Os mal entendidos, os julgamentos, os atraiçoamentos. Deus, tenha misericórdia dos indoutos, ao caírem nas mãos de muitos de nós, que demonstramos tanta "sabedoria", "entendimento" "amor", mas, na verdade, não passamos de demagogos de plantão da moral, e dos bons costumes, palpiteiros da maldade, que piora o que já não está bom, fazendo piadas, com a dor, com o erro do outro. Que tipo de gente sou eu?

sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Preparar Pessoas (3)

Resultado de imagem para preparando filhosBom dia! 

Então, continuando com o texto de ontem, vocês perceberam nas entrelinhas , porque muita gente, prefere gastar tempo e dinheiro com bichinhos de estimação. Quando estes, são cuidados, amados, e protegidos, eles dão logo um retorno. Companhia, fidelidade, servidão, aprendem rápido a ouvir comando, estão sempre disponíveis quando seu dono está perto, comem o que lhe dão, sem reclames. Não são exigentes ou intransigentes, não dão calote em ninguém, não suspeitam mal dos donos, não agridem verbalmente aqueles que lhe cuidam , etc, etc.

Eu, não querendo ter trabalho, nem dor de cabeça com ninguém, vou caminhando por este lado. E, assumo: isto me dar prazer, me relaxa! Há coisas muito mais profundas que tudo isso, e estes, não dão conta, pela própria natureza. Não foram criados segundo a imagem de Deus, não elaboram, não fazem planos, não dialogam, não resolvem os nossos problemas de saúde, não nos ajudam nas tarefas de casa, não sorriem ou choram com a gente, não nos elogiam verbalmente, não nos dão conselhos quando precisamos... Vocês aí podem estar pensando: Cristina, não tem nem comparação! O ser humano, é ser humano, ele é muito mais completo, desde o Édem. Pois bem... Por que então, conseguimos chorar, gratificar, gastar 300, 600 1000, 2000 Reais (isto sendo humilde) com um gato doente, um cachorro doente, ou porque desapareceram. E, não nos incomodamos com um ser humano, da nossa espécie, por quem Cristo veio morrer, dar a sua própria vida? Posso vê-lo, pegando, do lixo sua comida, dormindo na rua, caído ao chão, por drogas... Orfanatos lotados de crianças querendo um pai, ou mãe, asilos lotados de idosos... "Não me incomoda! O governo tem que cuidar!" E vou levando a vida... E, já acontecia exatamente isso , na época de Jesus. A parábola do Samaritano, é uma prova disso. Muitos passaram! Cada um com o seu foco, com seus interesses, suas preocupações. Não acudiram! Quando venho refletir sobre isso, a primeira da lista que coloco, sou eu mesma. "Que estou fazendo se sou cristão?"

Há uma luz no fundo do túnel! Tem gente que cuida, que gasta tempo, que prepara, que investe, em gente. Graças a Deus por estes! Este samaritano mesmo, foi um deles...Temos muitos exemplos... José do Egito, mesmo odiado, vendido pelos seus próprios irmãos, acudiu-os na fome. Cuidou, amou-os, protegeu de muitas outras crises. Moisés, investiu em Josué e Calebe, para a continuação da caminhada com o povo. Noemi e Rute, uma, cuidou da outra até o tempo certo, com estratégias. Jesus de Nazaré, preparou muitos, para o lidar com a vida cotidiana aqui na terra. Quem você e eu, temos ajudado? Quanto temos investido de tempo e bens, na ajuda de preparação de pessoas?

Lidando todos os dias com gente, fico fazendo leituras de pessoas, e me deparo com cada coisa... Pais, que estão mais preocupados em postarem comportamentos, sorrisos, brincadeiras, poses, coisas engraçadas dos seus filhos, do que instruindo nas rotinas saudáveis, dos bons relacionamentos, da boa música, das boas conversações, da fé... Fé tem que ser ensinada, a partir de quem é Deus? Como devo ser em relação a este Deus, ao outro, a comunidade que faço parte, ao respeito a família etc.

Se, nem isto, sou capaz de preparar, de ensinar, que mundo teremos? Sei que a humanidade nunca foi nem melhor, nem pior do estamos vivendo hoje. A história, é cíclica! Mas, devo raciocinar, a partir do meu habitat. Meus filhos, meus netos, meus empregados, minha família, meus colegas de trabalho, minha igreja, conseguem me ver pelo menos parecido com Cristo? Tenho equilíbrio, maturidade para ajudar a humanidade ser um pouco melhor? Preparar gente, requer primeiro, um preparo de nós mesmos. Tenho o que, para dar ao outro? Posso contribuir para o bem viver de alguém?

Por aqui encerramos este foco de preparações de nós mesmos... 
Até mais!! Fiquem com Deus!

(Facebook)

quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Preparar Pessoas (2)

Resultado de imagem para imagem treinando cachorroPreparar pessoas...

Falando em cachorros e gatos, e pessoas, temos vistos, gente boa, inteligente, creio eu, até bem humanizada, que gastam tempo, dinheiro (não pouco), renunciam convites, porque afirmam: se não cabe meu cachorro, meu gato, não me cabe também. Uma pessoa ligada a mim, deixou de ir para uma viagem, que uma amiga havia convidado, porque a pessoa disse que não poderia levar, o gato dela, que a filha tinha alergia. "Pois não vou!" E, não viajou mesmo. 

Não sei....O que leva uma pessoa se isolar, amar, no sentido de preferir estar, com animais, que com pessoas? A gente, passou uma vida inteira, aprendendo que devemos amar os outros como a nós mesmos, e a Deus, sobre todas as coisas. Jesus,a máxima revelação de Deus ao homem, se esvaziou, e veio pessoalmente nos ensinar, a misericórdia, e o amor incondicional que devemos ter ao outro.'"Se alguém lhe convidar, a andar uma milha, vá duas com ela. Se lhe requererem a túnica, dê-lhe também a capa" E, por aí vai, as falas, e os exemplos pessoais de vida, deste Cristo, em relação os próximo, ao outro... (estes exemplos só servem para aqueles que creem neste Messias, como o enviado de Deus) 

Então....Com todo respeito, como podemos ver e conviver com pessoas, que inverteram tanto os valores desta caminhada cristã? Falarem, e viverem, a ponto de até romperem com familiares, porque um, ou outro, bateu, ou rejeitou o bicho da sua predileção, devoção... 

No ano de 1987 fui aos Estados Unidos, e nesta época aqui no Brasil, cachorro, e gato comiam os restos dos pratos de comida que ficavam á mesa, ossos, etc. Lá, eu e mais duas colegas nos sentamos à mesa para jantar, (casa muito chic) do casal que nos hospedava, e, de repente chamaram: Sun, come on please! (não sei se é assim que escreve..) Resultado: veio um cachorro lindíssimo, sentou-se à cabeceira da mesa, e com a mesma louça chic,que estávamos usando, foi colocado sopa pra ele também. Ele, do jeito que lhe é próprio, lambeu tudo, numa rapidez, e depois, uma ração foi colocado no mesmo prato. Lá, nós brasileiras, nos olhávamos, e, comentávamos em português, (ninguém, não nos entendia, graças a Deus!) Gente! que país é esse? Cachorros e gatos comem em porcelana, junto aos donos, como se fossem gente.... E, ali, nossa intérprete nos contava, que o filho havia morrido de um acidente, (embriagado) e que o cachorro era dele, então, havia assumido aquele lugar ali, como um membro da família. Eu, imediatamente falei, impulsiva como sou....Por que, não abençoar crianças, ou jovens, ou entidades que cuidam de pessoas? (lá tem um tanto de orfanato e asilos) Cachorro? Eles não tem criticidade nenhuma, eles não sabem o que é certo e errado, eles não escolhem, eles seguem a sua natureza... Farejam, ladram, comem, dormem, e estão ali, cumprindo o que seu dono ensinou....

Esta foi a deixa...A intérprete disse:O filho, não obedecia, dava muita dor de cabeça. Este Sun, este cachorro cumpre o que seu dono ensina. É obediente! Será então, que este é um viés, das trocas de afetos, de cumplicidade? Eu consigo adestrar cachorros e gatos, eu, me dou bem com eles, mas, eu não dou conta das relações com os humanos... 

Ok! O texto de hoje tá longo, vou parando por aqui hoje... 
Amanhã, iremos para o terceira parte. 
Até lá! Fiquem com Deus!

Preparar Pessoas (1)

Resultado de imagem para treinar pessoas


Preparar pessoas...

Que tarefa difícil! Preparar algo, para agradar alguém, agradar o outro, é difícil, mas, não é impossível. Preparar coisas, para se auto agradar é gostoso, é gratificante! Exemplo: enxoval do bebê, uma festa de aniversário, uma reforma na sua casa...Agora, trabalhar, construir, preparar pessoas, "moldar" ensinar, lidar com gente! Esta, tenho uma impressão, que foi a mais trabalhosa, laboriosa e demorada tarefa que o Criador deixou para a humanidade. 

O ser humano, é complexo! O manual, para criar gente, varia das mais vastas experiências pessoais particulares.."Eu fiz assim, eu deixo assim, eu não fiz isso e deu certo, puxou a raça,e por aí vai..." Pessoas, buscam, auto ajuda, ajuda de terapeutas, de padres, de pastores, dos mais variados tipos de líderes, livros, culturas, famílias, bíblias variadas, grupos de apoios, cursos de capacitação, uma infinidade de coisas, e ainda assim você não consegue, preparar a pessoa, como você um dia, planejou, sonhou... Exemplo: filhos, netos, líderes, empregados, políticos, ou qualquer pessoa, que no seu coração, você planejou ajudar, orientar, etc. 

Estava eu, lendo um texto agora, nestes dias de férias, me deparei com a seguinte afirmação: "amo estar com os meus cachorros, eles me fazem bem, é o melhor vizinho e parente que tenho..." A que ponto chegamos! Com todo carinho e respeito aos bichos.. Haja vista, não seria politicamente eu, correta, se não gostasse de algum bicho. Desculpe-me a todos e todas, que se ofendem, quando me refiro ao cachorro, ao gato chamando-os de BICHO.

Mas, vou encerrando por aqui hoje, dizendo que tem muita gente que tem muito sucesso sim, na sua caminhada de formador de opinião, de instruidor, de educador, de discipulador, de gestor de gente. Vamos conversar por aqui, conhecendo, e refletindo sobre estes muitos e muitos pais, líderes, mentores, que fizeram um ótimo trabalho, ao passar, ao compartilhar, ao dividir seus conhecimentos, suas experiências com outros. 

Fiquem com Deus! Até amanha!

sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Sucesso em 2018


Neste 2018... A pessoa continuará a mesma, em muitos aspectos. Mas, gostaria de compartilhar algo que me acompanha por muitos anos. "Sucesso, é a capacidade, de ir, de fracasso em fracasso, sem perder o entusiasmo." (Tenho até uma placa com esta reflexão, na saída e entrada da minha casa). O que são fracassos? Em que acreditei ou entendi que deveria ter feito, mas, não fui bem, não fiz, em 2017? Que metas não alcancei? Que propósitos outrora assumidos, não concretizei ou conquistei? 

Nós, muitas vezes nos auto-sabotamos, sabiam? Aí, o pior, ficamos com sentimento de culpa. Quer um exemplo bem prático? Planejar tirar um tempinho, para fazer algumas visitas a pessoas queridas, que não vemos com frequência... Aí você, não cumpre. A criatura viajou, para longe, sem perspectiva de volta, ou adoeceu gravemente, e morreu. Você fica decepcionada consigo mesma, com um sentimento de culpa, e outras coisas. 

Outro exemplo comum, é dieta de alguma coisa, para beneficiar você mesma, sua saúde. Você, quando acorda da gula! Uma semana, um mês, o ano passou. Você, eu, e muitos de nós, só aumentado o tamanho da roupa. (calcinha maior, sutiã maior, porque fica mais confortável, e ficamos na zona de conforto da gordura sem sentimento nenhum de incômodo). 

Espero que neste finalzinho de ano, nós possamos fazer esta avaliação simples, mas, muito eficiente, para algumas tomadas de consciência, mudança de algumas posturas, que entendemos ser importantes. Ontem, conversando com uma pessoinha querida, ela disse: meu Deus! O ano acabou, eu me comprometi em ler a Bíblia toda, e não faltar a nenhuma Escola Bíblica Dominical, em 2017. Parei no livro de Êxodo, e faltei algumas ebds, não muitas, mas, faltei! O pior... Deus, não falhou comigo nenhuma vez. 

Gostaria de dar uma dica. O que é sucesso? A capacidade de ir de fracasso, em fracasso, sem nunca perder o entusiasmo das mudanças! Faça seus ajustes, faça suas adaptações, sua tomadas de consciência, para melhor servir a Deus, e ao outro. Feliz 2018 aos leitores desta reflexão!  Facebook

sábado, 16 de setembro de 2017

Fidelidade Conjugal III

Refletindo o texto de Hebreus 13:4
Resultado de imagem para fidelidade conjugal 


Precisava fechar esta sequencia de textos, colocando algumas possibilidades. Todos nós, maculamos muitos votos, ou simplesmente desistimos, abandonamos. Todos nós desonramos pessoas, situações. O que fazer? Voltar atrás... Como é bom fazer consertos, fazer ajustes! Como é bom recomeçar! Como é bom restaurar! Quando eu me coloco nesta disponibilidade, eu trabalho uma série de coisas boas em mim, e no outro também. Há restaurações na vida, que ficam ou se tornam melhores do que eram outrora. Ficam mais ajustadas, mais fortes, mais" impermeáveis", mais fáceis de ser manuseadas, mais confortáveis, mais bonitas, por dentro e por fora .Imaginem vocês, quando trabalhamos com o melhor dos arquitetos! O mais confiável O mais completo, porque inicia, e termina o mesmo projeto até o fim, com tudo Dele. Só precisamos descansar nisso. Mateus 11:28." Vinde a mim, cansados e sobrecarregados" Você, mesmo cansada, ou cansado, precisa vir a Ele. Sair de onde estar, e estar no refúgio Dele. É Dele, somente Dele todo o trabalho, e o seu trabalho, é descansar Nele.É fácil? Não. Não é. Dói muito? Dói. Mexe, com toda a estrutura. Sim! Dos dois. Mas, lhe garanto, vale a pena! O refúgio humano da companhia para dias da velhice... O crescimento da pessoa humana saindo de uma crise, é mais prazeroso! A capacidade de ter desenvolvido a paciência, ter colocado o perdão em prática, a capacidade de ter se colocado no lugar do outro, vai produzir em você, muito mais virtudes. Mais maturidade, mais sabedoria, e acima de tudo mais dependência de Deus. " Quando você pensa que é fraco, aí, é que você, é forte." Encerro aqui, dizendo, que todos nós, somos fracos, somos débeis, somos somente humanos. Caímos sim, erramos sim. Ninguém é tão forte a ponto de acusar, ou apontar dedos. Diz a bíblia, que não há um justo se quer, não há quem busque a Deus, não há quem entenda. Somos todos nivelados pelo mesmo nível. Hoje, é você, é o seu casamento. Amanhã pode ser eu, ou o meu casamento. Devemos sim, ter cuidado uns com os outros, para que não venhamos desmoronar. Nunca é tarde para para sermos felizes, e fazermos felizes os outros.  (facebook)


quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Fidelidade Conjugal II

Resultado de imagem para fidelidade conjugal

"Honrem os seus casamentos e os seus respectivos votos." Este texto, nós estamos trabalhando ele, nestes três momentos. Hebreus 13:4. Honra, no Google é: valores bondosos. Ex: dignidade, nobreza etc,etc. Votos, no Google, dentre outros, temos: promessa solene, cumprimento de uma promessa . Em tudo falando, honra, tem haver com dignidade, com valor, com louvor. Casamentos não acontecem de maneira informal, embora com todo o respeito aos que fazem do momento da cerimonia , algo descontraído, ou drama, ou teatro, ou irreverência, até para brincar com o momento. (casamento é adoração, é culto, deveria ser sublime, é um pacto.) Casamento cumpre formalidades sim. Aliança sim. Compromisso sim. Votos, sim. Momentos estes, ímpar na vida de qualquer nubente, na vida de qualquer noiva, ou noivo. Isto tô falando, em qualquer cerimonia religiosa, ou não. Aquela cerimonia "simples" no fórum, com uma só testemunha, tem o mesmo valor legalmente falando. Não quer ter compromisso com ninguém, não se case! Nos dois modelos, eles carregam no seu cerne, honra, e voto. Pelo menos isto, é o que é cobrado diante da lei no casamento. O que esperar nos dias de hoje, de jovens que já ouvem dos seus pais, do consciente coletivo, ( comunidade) das mídias, que se não der certo, separa. Isto é ruim né? O que dizer então, daquele ou daquela, que vive irresponsavelmente, as duas coisas. Trai, planeja as traições, e ainda vive, e convive com o traído, como se não estivesse fazendo nada de errado..." Eu, planejo uma parceria, eu projeto família, eu assumo alianças, eu assumo um lado, o de casado(a), faço acordos diante de mim mesma, dos que eu amo, alguns votam até diante de Deus, e da sua comunidade religiosa", e traem. E, desonra, e abandona literalmente os votos com aquela pessoa outrora amada. E, o pior que eu acho. Sabe que esta pessoa está sofrendo, sendo enganada, sendo humilhada, sendo traída, mas, não tem a dignidade, a honra, de "desfazer" o votos. Ou, lá atrás, ter contado, o que estava para acontecer. Não são dois em um? (segundo a Bíblia.) Não assumiram juntos os votos? O que é infidelidade então? Traição, o ato de adultério, segundo o Google. Infidelidade, é portanto, estar com um, e com outro. Fisicamente ou não. Na mente, ou nos dias de hoje como está comumente acontecendo, de maneira virtual. Namora-se pelas redes sociais. Quando a minha mente, o meu coração, já é de uma pessoa, e eu, me ocupo, com outrem, isto é infidelidade. Isto é macular o leito. " Vou para a cama, com duas pessoas: a que está ali comigo, e a que está lá...Na mente, no coração, virtualmente, ou literalmente, em algum lugar. (cidade, bairro, país, estado.) Termino este segundo texto, escrevendo sobre este assunto complexo, perguntando: Se você fosse o traído, como estaria agora? Como você acha que Jesus se sentiu ali, depois de três anos convivendo com Judas? Alimentando, aconselhando, dando o seu melhor para ele, incluindo-o em sua vida, especialmente na vida financeira. (era o tesoureiro do grupo) O que recebeu em troca? O beijo da traição. A infidelidade, desonra, quebra de votos, aliança rompida. O que você sente enquanto pessoa, vivendo nesta mesma situação?
Que o Eterno,nos abençoe! Que tenha misericórdia de cada um de nós! Fiquem com Deus!
PS Não somos melhores, nem piores dos que fazem estas coisas. As misericórdias do Senhor, são a causa de não sermos consumidos..  (Facebook)

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Fidelidade Conjugal I

Resultado de imagem para fidelidade conjugalNão sei como podemos falar neste ponto, neste ensinamento bíblico, nesta perseverança, sem lembrar de algumas pessoas muito próximas, queridas mesmos, que passam por estas dificuldades...Ou podemos dizer, constrangimentos. Sei, que para muitos, tem sido fácil cumprir, tem sido fácil perseverar neste intento. Para outros, creio eu, deva ser difícil! Hebreus 13:4. "Honrem o seu casamento e os seus respectivos votos;honrem também o leito conjugal que é sem mácula; porque Deus julgará todos os que são imorais ou cometem adultério". É mais fácil falar sobre relacionamento marido e mulher, do que escrever. Naturalmente são muitos anos trabalhando dentro das igrejas de Jesus Cristo, com este tema, dentro deste contexto, então, fica mais tranquilo faze-lo em palestras, em rodas de conversas, abordar estas situações. Escrever, não. Nem sempre, conseguimos expressar aquilo, do jeito que queremos. Ontem à noite, uma pessoa, me ligou pedindo exatamente isso. Cristina, gosto dos seus textos. Dá pra escrever algo sobre infidelidade no casamento, para eu, refletir junto com meu namorado? Rsrsr (ri)- Acho meio difícil...Mas, posso tentar. Falei. Aqui estou eu, com este texto de Hebreus. Por várias vezes, reflito nas dificuldades que observo dentro dos casamentos, nos relacionamentos de um modo geral, na falta de continuidade, falta de perseverança, na banalidade dos compromissos nos dias de hoje, em tudo falando...Estudos, igrejas, trabalhos, comunidades,comércio, e pasmem! Famílias. Penso que, bem menor escala, mas, ainda, acontece nas famílias. ( esta, ainda consegue se manter melhor que os outros seguimentos.) Tem gente, que é sem compromisso com quase tudo que assume na vida, inclusive família. Se o filho(a),tem dificuldades neste seguimento, o mais, tudo acontecerá. Se é meio que irresponsável, com a família de origem, por certo será, com aquela que vai construir. Por isso aquele velho ditado: bom filho, bom esposo. Boa filha, boa companheira. Dica, número 1. Prestem bastante atenção neste pequeno detalhe. Como o seu, ou sua pretendente relaciona com a sua família de origem, será mais ou menos assim com você também.
Ps. Dividirei este assunto ou tema em três etapas. Hoje, foi esta introdução.
Fiquem com Deus!!